Situação Internacional

 

João da Silveira

 

Captura de Tela 2019-01-21 às 06.18.20

 

Seg. 21

GOVERNO BOLSONARO : Hamilton Mourão diz a Andrea Sadi que o problema de Flavio Bolsonaro não é problema do governo. “Isso é uma questão de elucidar o caso, se tem crime julgue-se de acordo com a lei e pronto. Qual a grande glória da democracia? A lei. A lei é fundamental no sistema democrático. Mais ainda: que a lei sirva para todos.”… Aliados do governo, sob condição de sigilo, temem que o governo Bolsonaro não consiga mais se blindar do caso Queiroz… Adepto bem sucedido do capitalismo de Estado, “Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) construiu seu patrimônio antes de se declarar empresário, de acordo com informações cartoriais, da Justiça Eleitoral e da Junta Comercial do Rio de Janeiro. (…) Em entrevista à TV Record no domingo (20), o filho do presidente Jair Bolsonaro afirmou que tentam de ‘forma baixa’ insinuar que a origem de seu dinheiro tem a ver com ex-assessores de seu gabinete. ‘Não tem. Explico mais uma vez. Sou empresário, o que ganho na minha empresa é muito mais do que como deputado. Não vivo só do salário de deputado’, afirmou o senador eleito.” (Leandro Colon)… Em Davos, na Suíça, Jair Bolsonaro diz que seu compromisso é abrir a economia brasileira. Todavia, seu discurso minúsculo foi uma decepção… Íntegra do discurso

 

RUCKUS FUKUS : GUERRA CIVIL FRIA NO OCIDENTE : Jim Jatras meteu a palavra ‘civil’ na expressão ‘guerra fria’ para bem descrever o que se passa hoje no coração do chamado “mundo livre”, que descrevo aqui pela sigla FUKUS, de França, Reino Unido e Estados Unidos. Na França o que se passa são os jilets jaunes. No Reino Unido o que se passa é o Brexit da UE. Nos Estados Unidos o que se passa é a eleição inesperada e consequente presidência de Donald Trump. A guerra civil fria é uma condição inerentemente instável, que arrisca passar de fria a quente a qualquer momento e com consequências imprevisíveis. Daí a compulsão de desviar as atenções ou transferir responsabilidade ou culpa dos riscos para o estrangeiro, para Vladimir Putin, para Xi Jinping, parar Bashar al-Assad, para Nicolas Maduro entre outros. Em todo caso o que se percebe na crise desse curioso ‘mundo livre’ é a frustração e a ira do povo, um profundo déficit democrático. Ruckus FUKUS! Jatras conclui seu artigo apelando para o Sábio de Baltimore, H. L. Mencken, que escreveu: “Democracy is the theory that the common people know what they want, and deserve to get it good and hard.” Que Mencken me perdoe: good and hard é o bom, mas pode ser também que o povo  get it hard and good….

 

Ter. 22

GOVERNO BOLSONARO : DUAS NOTÍCIAS DE OGLOBO : Jair Bolsonaro foi para Davos querendo restaurar a confiança dos investidores no Brasil. “Nós queremos mostrar, via nossos ministros, em especial, que o Brasil está tomando medidas para que o mundo restabeleça confiança em nós, que os negócios voltem a florescer entre o Brasil e o mundo, sem o viés ideológico – afirmou, em conversa com jornalistas na entrada do Hotel Seehof, onde se hospedou. — Farei um discurso curto, objetivo e claro. Vamos dar o recado mais amplo possível de um novo Brasil.”… Flávio Bolsonaro empregou mãe e mulher do capitão Adriano, chefe do Escritório do Crime.“Adriano é amigo de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro e investigado sob suspeita de recolher parte dos salários de funcionários do político. Teria sido Queiroz – amigo também do presidente Jair Bolsonaro desde os anos 1980 – o responsável pelas indicações dos familiares de Adriano. A mãe de Adriano, Raimunda Veras Magalhães, e a mulher, Danielle Mendonça da Costa da Nóbrega, ocuparam cargos no gabinete de Flávio Bolsonaro. Elas tinham o cargo CCDAL-5, com salários de R$ 6.490,35. Segundo o Diário Oficial do Estado, ambas foram exoneradas a pedido no dia 13 de novembro de 2018.”

 

Qua. 23

GOVERNO BOLSONARO : “Bolsonaro do Brasil canta canção de loucura em Davos”, escreve Pepe Escobar… Susto em Davos e susto no Supremo….

 

REINO UNIDO (UK) : SILÊNCIO DO JORNALISMO INGLÊS SOBRE GILETS JAUNES….

 

USA & DEFESA AÉREA RUSSA : PENTÁGONO MUDA SEUS CÁLCULOS….

 

SYRIA & PETRÓLEO : COMPANHIAS MILITARIZADAS….

 

Qui. 24

GOVERNO BOLSONARO : MOURÃO PRESIDENTE ??? : Jair Bolsonaro foge de entrevista coletiva em Davos e o Estadão, em editorial, fala de “vexame sem precedente”… A Época fala do triângulo Bolsonaro-Queiroz-Nóbrega, em que Nóbrega é o chefe do Escritório do Crime, grupo de matadores de aluguel do Rio das Pedras… A Folha fala no MST e na CUT a se mexerem… Paulo Marinho, suplente de Flavio, também se mexe. Flavio, senador eleito, ainda nem tomou posse, acusa. Os Bolsonaro estão a atirar para todos os ladosMilitares tentam isolar Flavio, informa Igor Gielow… Paulo Guedes recua na ‘guerra da previdência’ pois o momento é delicado… Coitado do Jair!!! Mas, ó, está tudo sob controle. Hamilton Mourão é o vice-presidente e está neste momento não só na presidência como na linha sucessória. Tenhamos calma! Fiquemos frios!.. Agora, vejam só, no meio de tudo isso, esse outro disparate! Segundo a Folha, o Banco Central está querendo pôr filtro nos dados do COAF e deixar de vigiar os parentes dos políticos. A crônica política brasileira segue firme e forte como um relato de crimes….

 

Sex. 25

GOVERNO BOLSONARO : MOURÃO PRESIDENTE : “Membros do governo disseram à Crusoé que, caso o próprio Jair Bolsonaro seja atingido pelo caso de Fabrício Queiroz, os riscos para o país não são tão grandes porque, numa situação limite, o vice Hamilton Mourão assumiria e manteria os planos que importam (em especial na economia e na área de segurança), ao conseguir segurar no time algum ministros vitais, como Sergio Moro e Paulo Guedes.” Ontem, escrevemos: “vai ficar difícil para o aguerrido Antagonista manter (…) seu protagonismo bolsonariano.” Hoje, escrevemos: o protagonismo bolsonariano do Antagonista está se esgotando….

 

Sáb. 26

VENEZUELA : A carta de hoje do Antagonista para mim – “para mim” porque sou leitor do Antagonista – diz o seguinte. Diz que Nicolas Maduro está por um fio. Diz que a Venezuela vive um colapso. Diz que Bolsonaro reconheceu Guaidó como legítimo presidente da Venezuela e fala do PT pelo fato do PT não acompanhar Bolsonaro. Diz, por fim, que eu preciso acompanhar de perto essa crise e me apresenta um link para que “veja detalhes que eram melhores se não existissem”. Bom! Não sei se Maduro está mesmo por um fio; eu ‘saberia’ se lesse somente o Antagonista, mas leio, vejo e ouço outros jornalistas. Concordo que a Venezuela vive um grande colapso na economia. Entendo que o PT não precisa nem deve acompanhar o presidente Bolsonaro e me surpreenderia se acompanhasse nessa hora ruim. Quanto aos detalhes que eram melhores se não existissem verifico que são um desfile de frases fantasmagóricas arranjadas para que eu assine a revista Cruzoé. Só propaganda…. Paul Antonopoulos diz que a guerra está chegando e pergunta quem a Venezuela pode vencer com as armas russas que tem. Ele não duvida que a Venezuela possa vencer tanto a Colômbia quanto o Brasil. Ele só duvida da vitória venezuelana sobre a USAF. Diante do poderio da USAF, o curso dessa guerra está em evoluir para a guerrilha e assim se estender por anos a fio e, eu diria, por toda a cuenca norte do Amazonas, senão além. O Brasil está preparado para isso? Naaa!!! E os Estados Unidos estão preparados? Sim!!! É da natureza deles. Guerra permanente é da essência do Estado Profundo (EP) deles. Eles só não estão podendo é sofrer grandes baixas por causa do déficit democrático em que vivem. O ruckus FUKUS de que falei na segunda-feira. O povo dos Estados Unidos anda cansado da guerra e da sua estagnação permanentes. Portanto, os Estados Unidos não intervirão sozinhos na Venezuela. Eles precisam de tropas aliadas ou mercenárias ou rebeldes para implementar a tarefa sanguinolenta. Precisam de tropas colombianas, brasileiras ou venezuelanas rebeldes. Esse é outro momento como foi 1964 no Brasil, momento de tropas rebeldes salvarem a América. Vale lembrar, entretanto, que Jair Bolsonaro não é nenhum Castello Branco, nem John Bolton é um Vernon Walters. Jair até parece bem disposto a ajudar graciosamente os Estados Unidos nessa guerra, mas o vice Hamilton Mourão declarou no exercício da presidência que o Brasil não vai participar da intervenção. É ver….

 

Elliot Abrams

USAMÉRICA À VENEZUELA : “SEU DINHEIRO E SUA VIDA!” : Rostislav Ishchenko descreve como será essa guerra de Trump contra Maduro, paga com o ouro (dinheiro) da própria Venezuela…. RT mostra a apresentação de Elliot Abrams como o operador desta mudança de regime na Venezuela. Abrams tem um brilhante currículo como restaurador da democracia e da prosperidade na Nicarágua e em El Salvador, na Líbia e no Iraque….

 

Dom. 27

GOVERNO BOLSONARO : Vladimir Putin manda condolências ao Brasil pela tragédia em Brumadinho e Israel manda 130 militares para ajudar no resgate às vítimas da tragédia….

 

USAMÉRICA E VENEZUELA : Entre os grandes nomes dedicados à mudança de regime na Venezuela (Pompeo, Bolton, Abrams), NYTimes acrescenta, hoje, o de Marco Rubio, senador republicano pelo estado da Florida…. Moon of Alabama apresenta e discute as mentiras e equívocos da grande mídia usamericana sobre a Venezuela. As fantasmagorias que o Antagonista usa para levar o seu leitor a assinar a Crusoé tem aí sua inspiração….