Situação Internacional

  

João da Silveira

 

Captura de Tela 2019-01-13 às 08.44.32

 

Seg. 14

GOVERNO BOLSONARO : POSIÇÃO E OPOSIÇÃO EM SI MESMO : O Antagonista se soma a Merval Pereira ao acharem, juntos, que a esquerda está fora da realidade e que o maior adversário do governo Bolsonaro é ele mesmo. Isso significa que a posição e a oposição estão no próprio governo, o que confere ao governo Bolsonaro uma dinâmica interessante como é natural nesses casos… Mas o Antagonista continua fixado no lulismo, no petismo e no esquerdismo, mesmo com Lula na cadeia e petistas e esquerdistas fora da realidade. Por que essa fixação? Ora, sabemos que o Antagonista se realizou plenamente com a derrocada do governo Dilma, com o anti-lulismo e o anti-petismo. Sabemos que Diogo Mainardi, Antagonista maior, quis derrubar Lula desde sempre, mas só veio a realizar essa sua vontade com a derrocada do governo Dilma, para a qual, diga-se, contribuiu intensamente. Por isso é justo dizer que Lula e Dilma fizeram o Antagonista tal como o reconhecemos. Acontece que o Antagonista vive seu momento deontológico e ainda não achou meio de viver bem e de avançar sem Lula e Dilma, sem o lulismo, o petismo e o esquerdismo. Daí essa fixação agora mesquinha, facinorosa, de um vencedor que continua a chutar os que já caíram….

 

Ter. 15

GOVERNO BOLSONARO : O PROTAGONISMO ANTAGONISTA : Nova justificação do jornalismo que “você precisa”….

 

A ECONOMIA MUNDIAL NUM MAR DE LIQUIDEZ : Algo como US$ 12 trilhões originários de três bancos centrais: Fed, BC europeus e BC japonês….

 

Qua. 16

DEMOCRACIA NO BRASIL : Nova carta ao leitor do Antagonista pergunta se a democracia está em risco no Brasil por causa da presença de seis militares além do capitão Bolsonaro na estrutura do governo. A esse dado, acrescento a informação de que os seis militares e o capitão são todos da reserva e não comandam tropas. Para ser uma ameaça à democracia, um militar que não comanda tropa contra o estado das leis não tem a menor chance. O Antagonista cita Maria Silvia Bastos Marques a dizer que os investidores estrangeiros não precisam se preocupar porque os militares no Brasil são “um poder moderador”. Acrescento eu aqui também que os militares brasileiros se entendem, todos, como democratas, como sendo eles o próprio povo em armas e, como tal, não ameaçam a si mesmos. Daí o Antagonista diz ao leitor que ele “precisa conhecer a estrutura do novo governo por dentro. Saber quem é quem e o que se passa ali. Para poder confiar ou desconfiar de quem dá as cartas.” E eu acrescento que esse conhecimento é de fato relevante para que você defenda a democracia se você for mesmo um democrata. Por fim o Antagonista diz que só tem uma forma de você conseguir “confiar ou desconfiar” de quem dá as cartas que é seguir com o jornalismo independente da Crusoé. Neste ponto acrescento que o Antagonista está advogando em causa própria, o que é natural, pois o Antagonista é democrata; todos, afinal, são, somos pelo povo brasileiro, salvo os que são contra… Outra carta do Antagonista fala da disposição dos militares para a guerra. Guerra externa com a Venezuela? Não, mas a “guerra interna da reforma da Previdência”. Os militares querem ficar fora da reforma, mas o Paulo Guedes quer metê-los nela. Os militares querem paz. Guedes, guerra!

 

BOLSONARO & MACRI : MERCOSUL E VENEZUELA : Criticam a ditadura de Maduro e reafirmam o Mercosul… SURGE NOVA SÍRIA? : A Rússia apoia Maduro e os Estados Unidos, a oposição….

 

RANKING DAS ECONOMIAS : RÚSSIA E BRASIL : A economia russa vai ocupar em 2020 a quinta posição no ranking mundial das economias nacionais, ranking  elaborado (segundo RT) pelo banco multinacional Standard Chartered. O Brasil continuará na oitava posição. Teremos então: 1. China, 2. Estados Unidos, 3. Índia, 4. Japão, 5. Rússia, 6. Alemanha, 7. Indonésia, 8. Brasil, 9. Turquia e 10. Grã-Bretanha….

 

FRENESI ANTI-TRUMP & DIPLOMACIA : O frenesi anti-Trump pode acabar com a diplomacia entre as grandes potência, arriscando guerra com a Rússia… O Wall Street Journal dá em editorial uma sugestão para resolver o frenesi anti-Trump: “If Trump hates media innuendo, he can release the FBI documents”….

 

O IMPÉRIO : NOITÉGUA-MAROSCURO-PESADELO : John S. Van Oudenaren está correto: o perigo maior para o Império será mesmo uma grande coalizão entre China e Rússia, unidas não por ideologia, mas por “queixas complementares”. Concordo e acrescento: as queixas complementares não são só da Rússia e da China, mas também das Coreias, das Filipinas, da Índia, do Irã, do Japão, da Síria, da Turquia, da Alemanha, do México, de Cuba, da Venezuela, entre outros países. Essas queixas são complementares porque decorrem das mesmas causas: bases militares, guerras, intervenções políticas e intervenções econômicas, tudo para mostrar e demonstrar que o Império governa o mundo….

 

Qui. 17

GOVERNO BOLSONARO : Luiz Fux, ministro do Supremo, suspende a investigação do MP do Rio sobre a movimentação financeiro de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro…

O presidente Bolsonaro se surpreende com a viagem dos deputados do PSL à China, segundo Luciano Bivar, presidente da sigla, disse a Andrea Sadi: “Poxa, Bivar, o pessoal precisa saber que existe uma responsabilidade em ser do PSL, que somos vidraça, que tudo reverbera em cima de nós.” Criticada, ontem, pelo guru Olavo “Pererê” de Carvalho, a deputada eleita Carla Zambelli respondeu: “Ninguém está falando em entregar o Brasil para China. Aliás, eu vivo no Brasil, moro no Brasil, diferente das pessoas que estão nos criticando.” Olavo vive nos Estados Unidos….

 

‘OMUAMUA : COISA INTERESTELAR : Destaco nesta entrevista de Isaac Chotiner sobre a coisa interestelar ‘Omuamua a seguinte frase pronunciada pelo astrônomo Avi Loeb, chefe do departamento de astronomia de Harvard: “Imagine another history, in which the Nazis have a nuclear weapon and the Second World War ends differently.” Acho difícil encontrar frase tão self-serving como essa por parte de um cidadão usamericano. A frase é self-serving porque implica ter a Segunda Guerra terminado bem para nossa sobrevivência no planeta. Essa frase traz, todavia, uma tremenda ironia, por certo involuntária, pois não precisamos imaginar nazistas vencedores para sentir na pele o horror das armas nucleares. Nós já sabemos que os usamericanos desenvolveram armas nucleares e as usaram contra os japoneses naquela guerra. Sabemos que planejaram usá-las contra russos e chineses e só não o fizeram porque russos e chineses também desenvolveram armas nucleares. Portanto, diferentemente do que diz Avi Loeb, não precisamos imaginar outra história e culpar nazistas. Nós já temos a história real em que, no lugar de nazistas, temos usamericanos et alli….

 

CHINA : INJEÇÕES DE LIQUIDEZ NO CENÁRIO INTERNO : “COALIZÕES PROFUNDAS” NO CENÁRIO EXTERNO….

 

NSA : ORCRIME USAMERICANA : Uma organização criminosa, segundo Paul Craig Roberts e como ela rastreia você, segundo Bill Binney….

 

Sex. 18

“EU QUERO AJUDAR A DESPETIZAÇÃO” : AO VENCEDOR O ESPÓLIO : Na sua campanha protagonista pela despetização ou  “sujeira difícil de limpar”, o Antagonista esquece duas coisas. A primeira, esquece das palavras de Augusto Heleno: “Uma coisa é campanha, outra coisa é governar para todos os brasileiros.” A segunda, esquece que 45% dos eleitores brasileiros votaram no candidato do PT: o governo Bolsonaro não vai poder governar só para 55% dos brasileiros porque o poder tutelar não quer assim. No momento da eleição, a “sujeira difícil de limpar” contaminava 45% dos eleitores. Uma proporção respeitável. É fácil ver que o governo não está preparado nem tem a força necessária para limpar tanta gente. Pelo noticiário de hoje a adesão ao governo tende a cair. Não estará mais naquela proporção de 55%. Segundo o próprio Antagonista, a Veja repete análise do Data Folha segundo a qual a maioria dos eleitores de Bolsonaro não apoia suas propostas. O noticiário em torno do senador eleito Flávio Bolsonaro (Carta Capital, CantanhedeGurovitzMarco Aurélio Mello, Augusto Heleno e outros) mostra que a política suja não é exclusividade de petistas e, portando, vai ficar difícil até para o aguerrido Antagonista manter esse seu protagonismo bolsonariano… Lembre-se que os militares são o poder tutelar e já são 32 o número deles no governo Bolsonaro, pela conta do Congresso em Foco….