Situação Internacional

 

João da Silveira

 

Captura de Tela 2018-11-12 às 15.13.35

 

Seg. 12

BOLSONARO PRESIDENTE ELEITO : A semana começa com uma pauta de assuntos domésticos bastante insípidos, mas será sacudida na quarta-feira pela notícia da retirada dos médicos cubanos do programa Mais Médico. O governo Bolsonaro ainda nem começou e o antiesquerdismo carvalhesco do novo presidente já colhe frutos… Na sua entrevista à Folha, Armínio Fraga descreveu esse antiesquerdismo como “conservadorismo cultural” sem explicar melhor o que isso significa. Pelo que Bolsonaro tem dito e tem feito, esse conservadorismo cultural é um sincretismo de valores liberais, católicos, evangélicos e sionistas. É esse sincretismo que levou o Bolsonaro católico a ser batizado pelo pastor Everaldo no Rio Jordão e a desfraldar a bandeira de Israel….

 

DONALD TRUMP E O IRÃ :O PODER E A FÚRIA : Será isso normal? Pergunta Ron Paul ao observar o comportamento no exterior das autoridades governamentais dos Estados Unidos….

 

Ter. 13

USA LIDERA, MAS NINGUÉM SEGUE : Perdido no Palácio da Memória” : Os Estados Unidos não participaram da Cúpula da Síria, em Istambul, no dia 27 de outubro. Quem participou: os chefes de Estado da Turquia, Rússia, França e Alemanha. A agenda: aumentar a ajuda humanitária, reconstruir cidades e vilas arruinadas, ajudar no retorno dos refugiados, redigir uma nova constituição e montar eleições monitoradas internacionalmente. Os quatro países se reuniram sem serem propriamente aliados, enquanto que os Estados Unidos, apesar de seu papel destacado na promoção da guerra na Síria, não estiveram presentes. No dia 4 de novembro, por sua vez, os Estados Unidos deslancharam novas sanções contra o Irã, sanções que os mesmos países da Cúpula resistem….

 

US DOLLAR : ‘FAKE MONEY’ : É visto como dinheiro. É gasto como dinheiro. Todavia é um impostor. É uma gigantesca fraude e seu êxito inegável até aqui foi acidental. Um acidente histórico, diga-se. Essa é a tese de Bill Bonner, com a qual não é impossível concordar. Evidentemente, esse dólar fiduciário, não lastreado nem em ouro nem em prata nem noutro metal precioso, não aconteceu acidentalmente nem foi premeditado. Ele aconteceu por meio de ajustes no sistema existente, ajustes feitos por mentes brilhantes e ousadas e a partir de posições de enorme força e poder acumuladas ao longo de duas guerras mundiais, transcorridas, não nos Estados Unidos, mas no antigo Velho Mundo….

 

Qua. 14