Brasil e Rússia em 2015

 

João E. da Silveira

06/08/2017

 

Em 2015, Brasil e Rússia passavam por uma recessão econômica com queda no produto interno bruto da ordem de 3,0 a 3,5%; recessão provocada em parte pela queda no valor das commodities (petróleo, minério de ferro etc.); o real e o rublo se desvalorizavam em proporções semelhantes perante o dólar. Nas moedas detectava-se, porém, diferenças. A flutuação do rublo estava associada à flutuação no preço do petróleo, enquanto a do real não estava associada a nenhuma commodity em particular, mas à sorte do governo Dilma: se parecia que seu governo resistiria ao impeachment, o real caía; se parecia que seu governo cairia, aí o real parava de cair ou valorizava-se.

Pelo critério PPP (Purchasing Power Parity), a Rússia era a sexta maior economia em 2015 e o Brasil a sétima. Pelo critério PIB calculado em dólar, a economia brasileira ficava na nona posição e a economia russa caía para a 13a posição no ranking mundial. Portanto a economia brasileira era significativamente maior em 2015 pelo critério PIB em dólar.

A recessão na Rússia era devida não só à queda no valor do petróleo. Havia também as sanções duma guerra econômica movidas pelos Estados Unidos e pela União Europeia a partir de 2014. Esse tipo de sanções (guerra) não existindo contra o Brasil fazia transparecer que a outra parte da recessão brasileira (além daquela parte causada pela desvalorização das commodities) era devida de fato a erros da política econômica do governo Dilma,[1] dentre eles a irresponsabilidade fiscal incriminável e impichável das pedaladas!

 

_______________

[1] . Vale lembrar que o governo Dilma se viu em 2012 como sendo também alvo de uma guerra, da chamada “guerra cambial”, expressão cunhada pelo ministro Guido Mantega para descrever o impacto negativo sobre a economia causada pelo excesso de liquidez (dólares e euros) existente no mercado global. Mas o excesso de liquidez não era uma ação direcionada especificamente ao Brasil. Era uma ação que ocorria no mercado global, atingindo da mesma forma Brasil, Rússia e demais países.