João da Silveira

30/06/2016

 

Michel (Dilma) na Quinta Semana de Junho

Eduardo Giannetti da Fonseca publica Trópicos utópicos. “O desafio a que se propôs foi descobrir como o Brasil pode confrontar os mitos da modernidade e apresentar ao mundo dos ‘poderosos civilizados’ um modelo alternativo de vida, uma existência de justa medida, em que a razão apolínea possa conviver pacificamente com a paixão dionisíaca dos nativos e africanos que contribuíram para a formação cultural do povo brasileiro.” É o que escreve Antônio Gonçalves Filho, o resenhista. Trópicos utópicos é um livro otimista nesta hora de decepção, de desilusão, por que passam os brasileiros. É um livro contra a corrente também no sentido de ser prospectivo e não retrospectivo como vários ensaios já existentes que falam de raízes. É pena que Giannetti tenha se proposto fazer o que fez graciosamente; é pena que o Brasil não tenha lhe pedido para descobrir como confrontar os mitos da modernidade; e é pena que os “poderosos civilizados” desse mundo também não lhe tenham solicitado um modelo alternativo da vida que levam. Isso significa que Trópicos utópicos é um dom de Giannetti que, imagino, existirá entre nós como mais uma utopia, mais uma visão do que não tem lugar.

Da utopia de Giannetti passamos à realidade de Michel Temer, alguns senadores que votaram pela admissibilidade do processo de impeachment agora dizem que estão em dúvida quando a seu voto final; não que tenham surgidos fatos que redimem Dilma Rousseff; pelo contrário, os fatos novos que têm surgido a comprometem ainda mais; é que a dúvida dos senadores traz em si uma fatura para negociação. . .

Competência econômica e habilidade política, da equipe economia e do presidente, são trunfos do governo interino e Michel Temer parece confiante, achando que terá sustentação no Congresso na hora que precisar. . .

Editorial da Folha sobre o debate e três questões da delação premiada: prazo para o delator apresentar provas, impedimento da colaboração de quem já está preso e revogar o segredo de justiça ou até anular as delações que vazem.  Cuidar, não descuidar, porque a lei é importante para o combate ao crime, especialmente nessa era do capitalismo de estado, de laços ou de quadrilha, onde os abusos de poder são a regra. . . Escândalos, por exemplo, da cultura estatal, na Lei Rouanet. . .

Apesar da crise econômica, as empresas estatais estão a contratar pessoal normalmente. “Dados atualizados do governo mostram que, de 2010 a 2014, o número total de contratados nessas empresas teve um acréscimo de 11,2%, o que representa 55.836 novas contratações. O aumento foi ininterrupto. Mas, se forem levadas em conta as estatais que dependem exclusivamente do Tesouro Nacional — como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), entre outros exemplos — a alta foi de 48,4% no período. Já de 2006 a 2014, o volume de servidores nas estatais aumentou em 30%, e o das dependentes do Tesouro, em 75%. Enquanto o número de funcionários disparou, o volume de investimentos das estatais federais no primeiro quadrimestre caiu ao menor nível desde 2006.” São 135 as empresas estatais existentes no país.

Vladimir na Quinta Semana de Junho

Reações ao Brexit na Ucrânia. . . Na Turquia. . .

Erdogan pede desculpas. . . Atentado em Istambul. . .

A conversa de Stephen F. Cohen e John Batchelor sobre os acontecimentos da semana. . .

Attack at the Istambul airport. . .the target is Erdogan, a player in the Black See crisis. But the big issue is Brexit. . .dominates the news so much. . .So many dots on the map. . .Cohen thinks what they should be talking about is not Brexit but Amexit or the American exit from world affairs. . .NYT, WP, WSJ, CNN, their comments are all completely wrong. . .they are misinforming the American public. . .they blame Putin and the British people. . .the British people for being uneducated, for not knowing their own interest, for weakening the West’s defense against Russian aggression. . .all completely wrong. . .what they say is analogous to what they say about Trump. . .an utter contempt for democracy, for what they see as too much democracy. . .Putin went out of his way to do absolutely nothing to be involved in any way in the month long campaign for Brexit. . .Russia maintained absolute neutrality. . .The Kremlin didn’t know what Brexit meant for Russia. . .some think it is good for Russia, but the prevailing mood is one of anxiety expressed by Putin himself. . .because all comes down to economics. . .if UK left this would be bad for the EU, which remains Russia’s largest trading partner. . .Russia is exposed and would rather that it did not happened. . .now they fear that the US will double-down on Nato. . .John Batchelor: there are other voices, not just American, that are blaming Russia: David Cameron said in May about who would be happy with Brexit and he and he answered Putin and perhaps Bagdadi. . .how is the public going to react to this type of declaration. . .Cohen says the reaction of the public is the interesting topic and says the vote was against the British ruling elite. . .what Cohen hears from Cameron, Obama, and NYT about Russia and I don’t know if they are misinformed or if they are liars. . .to try to reverse the vote in Parliament would split the parties. . .this is all gas, they are dragging their feet, all of this is part of the collapse of the world order. . .

Turkey: Erdogan’s apology for downing the Russian jet. . .Batchelor doesn’t believe that Erdogan is backing down from his confrontation. . .Cohen is not so sure about Batchelor’s argument, because he thinks Erdogan has no credibility anymore with Nato. . .Russia’s economic sanctions gutted Turkey’s economy and Erdogan is on his knees. .

Baltic: The Chairman of the Nato Military Committee, Petr Pavel, says that there is no Russian threat. . .Nato flirting with nuclear war with Russia because of a Russian threat that doesn’t exist? What do we do with information like that?

John Kerry complained about harassment of American diplomats in Moscow. . .Kerry, alas, is a political corpse walking. He had a chance at a Nobel Peace Prize with Lavrov for negotiating peace in Syria and Ukraine. Either because he did not believe in it or because the president and others in the State Department stabbed him in the back, he has no credibility anywhere and he has endangered Lavrov’s position with Putin as Russian foreign minister, because Lavrov gave six hours of conversation to Kerry and then assured Putin that Kerry could be trusted.

Talking about referendums, Cohen recalls the referendum in the Soviet Union and over two thirds of the voters voted to retain the Soviet Union. . .who overturned the referendum? . . .there was no democratic revolution to end it. . .it was the Soviet elite, the Communist elites, who overturned it in order to lay hands on the enormous Soviet wealth, which they would not be able to grab under Soviet rules.

Obama faz nova proposta de cooperação com a Rússia na Síria. . .

Entrevista com Nicolay Kozhanov sobre as particularidades da Rússia no Oriente Médio. . .