Caro Senador,

No início da tarde o deputado Zé Geraldo (PT) não queria “emparedar” Cunha para que Cunha não liberasse o impeachment, “o pior dos mundos”.

Agora, Rui Falcão confia que “nossos deputados, no Conselho de Ética, votem pela admissibilidade…”.

Para alguns, segundo o Estadão, será melhor para o governo enfrentar logo o processo de impeachment, até mesmo para acabar com as “chantagens e ameaças” de Cunha e arrefecer de vez a crise política.

Mas ainda não há unanimidade…

Votação no Conselho começou hoje, mas só termina amanhã…

Abr.,

João