Caro Senador,

Esse assunto, Temer e o TSE, nos coloca a seguinte indagação: até onde irá a Justiça no combate à corrupção? Por entre quais políticos passará a linha vermelha da Justiça, demarcando os que hão de cair? Digamos para discutir e por hipótese que metade dos parlamentares federais sejam corruptos. Estaria a Justiça pronta para cassar 256 deputados e 40 senadores?

Não. Sabemos que a Justiça não funciona assim de forma cabal. Mesmo onde ela é bem aceita e respeitada, a Justiça funciona melhor quando o faz por meio de casos exemplares. Zé Dirceu, Delcídio, Marcelo Odebrecht são casos exemplares. Prezo em regime fechado, Zé Dirceu foi pro regime aberto e continuou a delinquir: voltou ao regime fechado. Perfeito! Cunha caminha pra ser outro caso. E Lula poderá ser o rei dos casos exemplares da atual conjuntura política.

Mas até onde irá a Justiça brasileira no combate à corrupção? Sobre quem passará a linha vermelha?

Abr.,

João