João da Silveira

14/03/2016

Dilma na Segunda Semana de Março

7 / 3 – A secretária da Odebrecht delatou o esquema da empreiteira com João Santana, o marqueteiro da campanha de 2014.

8 / 3 – Marcelo Odebrecht foi condenado por Sergio Moro a 19 anos de prisão.

10 / 3 – Promotores de São Paulo pediram a prisão de Lula.

13 / 3 – Quatro milhões de pessoas foram às ruas pelo impeachment.

Sérgio Machado grava conversas (que serão reveladas em maio) com Jucá, Renan e Sarney nesta segunda semana de março. . .cf. O Antagonista http://www.oantagonista.com/posts/a-semana-mais-importante-do-ano . . .

O Antagonista contra a Folha.  . .a “manchete malandra” da Folha na segunda-feira. . .o “blefe jornalístico da Folha” misturando o que é grave e o que não é. . .

Lula em Brasília, buscando meios de se safar da Lava Jato. . .encontro com Renan e o lance da Constituição. . .Eunício ensina alguma decência a Lula. . .

O raciocínio d’O Antagonista sobre Lula. . . O Antagonista acha que Lula não teme a queda de Dilma, que ele teme a prisão; que ao invés de ser ministro de um governo moribundo, que ele prefere entregar o governo a Temer e ir para a oposição. É o mesmo raciocínio que O Antagonista tinha no início de dezembro. A situação, todavia, evoluiu de lá para cá. Enquanto Dilma estiver na presidência, mesmo moribunda, Lula terá poder, porque ela ainda terá o poder da caneta. Os dois sabem disso e contam com algum apoio de Renan Calheiros. A Lula o que realmente interessa nesse momento é virar ministro. A pergunta relevante é se ele tem alguma ideia do que fazer como ministro. Quanto a isso acho que ele realmente não sabe o que fazer. . . Natuza Nery, editora do ‘Painel’ da Folha, descreve a situação com precisão: “Integrantes do governo avaliam que Dilma Rousseff praticamente exauriu suas condições de reagir à crise e apontam a entrega do comando do país a Lula como única chance de sobrevivência. O cenário é de exaustão e pessimismo. Aos olhos de ministros petistas, Lula precisa, ao mesmo tempo, salvar o governo e se proteger. E, ainda assim, avaliam, não será fácil. ‘Perdendo ou ganhando, estamos nos aproximando dos capítulos finais’, resumiu um palaciano.” – E por que não será fácil? Porque Lula não tem sequer uma ideia que preste. As ideias que ele tem apregoado por aí, tais como baixar juros na marra, incentivar novamente o consumo, conceder amplos incentivos, são ideias de oposição, não de governo. E Dilma ainda é governo, herdeira em todos os sentidos do governo Lula, maldito. E a ajuda de Renan, qual é? Aqui entra o que diz Elio Gaspari sobre o golpe do semiparlamentarismo; essa é a ideia de Renan, a expectativa dele. . .veja seu artigo de domingo. . .

Vladimir na Segunda Semana de Março

Papa e Patriarca. . . Cessação das hostilidades na Síria… resumo das opiniões… quem é quem na guerra… em Raqqa, hordas de terroristas perdidos transfiguram-se…

Sudeste asiático… A hegemonia americana no Sudeste se rarefaz… Fim da primazia americana no Sudeste…

Eleições nos Estados Unidos: por causa da “guerra” entre os republicanos, todos os cenários levam à eleição da guerratora (warmonger) Hillary Clinton: “chegamos, vimos, ele morreu! Hahahahah!!!” A futilidade do governo representativo nesta nova era de barões ladrões…

A volta do Tratado do Céu Aberto de Eisenhower…

OPEC => ROPEC…

Ucrânia, cada vez mais parecida com uma colônia americana…

A Doutrina de Obama e a controvérsia da “red line”. . .