Autor: João

Renan x Temer

Segunda mensagem ao senador: Renan x Temer Caro Senador, Aprovado o Requerimento nº 1424/2015, do senador Álvaro Dias, solicitando ao TCU uma auditoria sobre os decretos irregulares que abrem o Orçamento Fiscal da União assinados pela presidente e pelo vice-presidente da...

Ler mais

Supremo atropela a Constituição e o Regimento da Câmara em tarde vergonhosa…

…mas a questão ainda está longe do fim. Dilma não ficará no poder conquistando oito togados. Alguns milhões esperam que pague por seus crimes de responsabilidade Por: Reinaldo Azevedo  17/12/2015 às 20:29 Convenham! Todos somos um tanto tentados pelo diabo, não é mesmo? A literatura, até a brasileira, é rica no trato dessa voz interna que nos recomenda: “Deixe o circo pegar fogo!”. Não é diferente comigo. Se fosse só pelo gosto, deveria estar aqui dando pulos de alegria. Se tudo der certo para Dilma, dará tudo errado para o PT. Não deixa de ser bom! O chato é que o país vai pagar uma conta altíssima se esta senhora continuar na Presidência. E aí quem fala ao meu ouvido é o anjo, que quer o bem. O Supremo atravessou a rua hoje para se meter na crise, numa evidência de que a arruaça desses tempos, que tomou conta do Executivo e do Legislativo, chegou ao Supremo, como chegou à Procuradoria-Geral da República. Querem saber? Foi um dia mais triste para o tribunal do que propriamente para o país. Vamos a uma síntese. AS REJEIÇÕES – A corte rejeitou por unanimidade a tese de que Eduardo Cunha estaria obrigado a receber uma defesa prévia de Dilma antes de dar continuidade ao processo. – A corte rejeitou por unanimidade a tese de que Eduardo Cunha não poderia participar do processo porque adversário político da presidente....

Ler mais

Senado e o Impeachment

Senado e o Impeachment Caro Senador, Prosperou no Supremo (6 x 3) o argumento de que o Senado Federal poderá decidir sobre instauração ou arquivamento do impeachment!!! Abr.,...

Ler mais

Supremo, Senado e Impeachment

Caro Senador, Prosperou no Supremo (6 x 3) o argumento de que o Senado Federal poderá decidir sobre instauração ou arquivamento do processo de impeachment!!! Absurda essa decisão, pois ela dá mais poder ao presidente do Senado e todo o poder ao Senado para decidir sobre a questão. Feliz com esse seu novo poder que o Supremo gratuitamente lhe confere, Renan Calheiros levantou a tese ociosa do bicameralismo. O Legislativo brasileiro é bicameral, portanto, o Senado tem que ter voz na instauração do processo. Convenientemente, Renan esquece d’alguns detalhes relevantes. Ele esquece que, tal como está escrito na Constituição, o bicameralismo não foi omitido, mas está engenhosamente contemplado. O constituinte adotou sabiamente uma divisão de trabalho entre Câmara e Senado, com adjutório até do Supremo. A Câmara admite a acusação de crimes de responsabilidade contra a Presidente e ela, a Presidente, é submetida a julgamento perante o Senado, o Senado não mais sob a presidência de Renan mas sob a presidência de Lewandowsky. A Câmara admite (mas não julga) e o Senado julga (o que já está admitido) sob o comando de um juiz: o bicameralismo está lindamente contemplado nessa questão. O Supremo entrou na questão, não para esclarecer o que já é claro como o dia, mas para confundir, atravancar, tumultuar!!! Abr.,...

Ler mais

Governo Temer – Soçobrar ou Só Sobrar

Caro Senador, Sabemos das vantagens e das desvantagens de Michel Temer neste momento político. As desvantagens: ele fez chapa (parceria) com Dilma Rousseff; ele pode soçobrar com Dilma no TSE; ele também assinou decretos irregulares, um argumento para impeachment; ontem, a PF visitou ministros do PMDB, visitou Cunha, rodeou Renan Calheiros (poupado por Teori), só sobrando mesmo da cúpula do partido o próprio Temer. Então, esse fato de Temer sobrar em meio a suas tantas desvantagens parece significativo: escapará ele da Lava Jato para fazer seu governo de união nacional? As vantagens de Temer: ele é articulado, racional, cuidadoso, modesto, discreto; ele não fala dilmês quando pressionado; ele não é teimoso, mas sensato; ele tem excelente trato com o Judiciário; ele dialoga bem com todos os partidos; ele dialogou impossivelmente com Dilma, a criatura, e dialoga frequentemente com Lula, o criador; ele não apresenta soluções radicais, mas se apresenta como quem promoverá a união nacional. Então, num momento em boa parte do establishment político corre perigo de soçobrar, Temer torna-se para muitos o melhor caminho de salvação. . . . É ver para saber. Abr.,...

Ler mais